Purple

Como se não bastasse ainda ter o teu cheiro no meu corpo, o gosto do teu beijo na boca e tremer ao lembrar o teu toque, este nirvana prolongado que me causas trás memórias de todas as vezes que parámos o tempo… Todas as vezes que vi esse sorriso só meu, que ouvi a gargalhada,... Continue Reading →

Anúncios

Dia de ronha

Estes dias de chuva e frio convidam a ficar na cama, a aquecedores, mantas e pele quente a combater as intempéries do mundo exterior... Tudo grita vamos combater o gelo e nada melhor do que estar nua debaixo das mantinhas a preguiçar... E hoje... é assim que vou ficar... Porque eu posso... A loucura fica... Continue Reading →

Vintage car

Demorei uma eternidade para perceber que somos como um carro clássico… Com linhas curiosas e cheias de classe, com muitas amolgadelas, que demoram a pegar mas quando começam a trabalhar soam que é uma beleza… A noite ia longa, bem regada e pautada por uma conversa deliciosa… Devias estar cansado de ver as minhas mãos... Continue Reading →

Estás do outro lado?

Fantasiei vezes incontáveis acordar ao teu lado… Os dois com este vício de deixar entrar a luz da manhã, os dois entrelaçados, um cheiro só, não o meu, não o teu...o nosso… Porque tu e eu juntos alienamos tudo o resto à volta, anulam-se as diferenças, os aromas… Ficar ali naquele momento, quase eterno em... Continue Reading →

Bom dia

Gosto de te ver dormir... O teu semblante tranquilo, o teu corpo em repouso, tudo meu… Gosto de te ver, respirando compassado, inspirando ocasionalmente, apaixonado até nos sonhos... Mas sabes o que gosto mais? Acordar-te... Como uma serpente, sorrateira, delicada… Percorro o teu corpo, o teu rosto, só com a ponta dos dedos. Desenlaço-me do... Continue Reading →

In fodis veritas

Ando a arrastar-me nas ondas da rotina... Todos os dias há mais isto ou aquilo para fazer, esta ou aquela coisa por terminar, este ou aquele encontro inadiável... E eu vou, arrasto-me... Que idiota! Cedo à natureza dos outros e nego a minha! O que eu quero mesmo é f@der! Eu preciso disso para poder... Continue Reading →

Maestro

Passei muito tempo sem conseguir escrever sobre ti… não consigo descortinar porquê… Nestas palavras que escrevo largo o que de mais íntimo tenho em mim e no entanto tu significas um nível completamente diferente de intimidade… Dizes-me inspirada mas és tu quem na verdade me solta todos os demónios, me faz inspirar a minha essência... Continue Reading →

Necessidades subconscientes

O que é que eu faço? - a pergunta soou estranha mas respondi, de língua afiada - Como assim, o que é que TU fazes? Sim, o que é que eu faço para me distrair do bambolear das tuas ancas enquanto desfilas por aí? Soltei uma gargalhada... Não fazia sentido, nada daquele cenário fazia sentido!... Continue Reading →

Culpo a Lua…

Culpo a lua... Sim, a lua... Não te posso culpar a ti, não posso gritar aos quatro ventos que és o meu Nemesis, que me tens presa por uma corda invisível e que sou uma boneca nas tuas mãos... És a minha maior fraqueza e ainda assim sou virtualmente invencível a cada injeção de ti... Continue Reading →

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑